Caneta criada por cientistas pode detectar células cancerígenas em segundos

Cientistas da Universidade do Texas desenvolveram uma caneta que pode ajudar a identificar células cancerígenas em até dez segundos. A ferramenta foi criada para determinar rapidamente durante cirurgias qual tecido deve ser cortado para a remoção completa de tumores.

O dispositivo, chamado de MasSpec Pen, ainda não alcança a perfeição, segundo a descrição do estudo publicado na revista científica Science Translational Medicine. Os pesquisadores afirmam que a caneta pode distinguir um tecido canceroso de um tecido saudável com uma precisão de aproximadamente 96%. A expectativa é que a invenção comece a ser usada em cirurgias já no próximo ano.

Para funcionar, os pesquisadores usam uma pequena quantidade de água – 10 milímetros – para extrair moléculas do tecido de uma pessoa. A amostra é, então, enviada através de tubos para a ferramenta que se assemelha ao formato de uma caneta que identifica a impressão digital molecular do câncer, informando ao médico se o tecido é saudável ou canceroso.  

Os cientistas testaram a invenção em 253 amostras de câncer de pulmão, ovário, tireoide e de mama, assim como em pessoas sem algum tipo de câncer.

Antes de a caneta começar a ser usada por profissionais da saúde, ela será testada em mais amostras de tecidos, bem como durante cirurgias em ensaios clínicos. 

1 comentário sobre “Caneta criada por cientistas pode detectar células cancerígenas em segundos”

  1. Muito interessante,e o futuro em um mundo globalizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *