Caneta criada por cientistas pode detectar células cancerígenas em segundos

Caneta criada por cientistas pode detectar células cancerígenas em segundos

Cientistas da Universidade do Texas desenvolveram uma caneta que pode ajudar a identificar células cancerígenas em até dez segundos. A ferramenta foi criada para determinar rapidamente durante cirurgias qual tecido deve ser cortado para a remoção completa de tumores.

O dispositivo, chamado de MasSpec Pen, ainda não alcança a perfeição, segundo a descrição do estudo publicado na revista científica Science Translational Medicine. Os pesquisadores afirmam que a caneta pode distinguir um tecido canceroso de um tecido saudável com uma precisão de aproximadamente 96%. A expectativa é que a invenção comece a ser usada em cirurgias já no próximo ano.

Para funcionar, os pesquisadores usam uma pequena quantidade de água – 10 milímetros – para extrair moléculas do tecido de uma pessoa. A amostra é, então, enviada através de tubos para a ferramenta que se assemelha ao formato de uma caneta que identifica a impressão digital molecular do câncer, informando ao médico se o tecido é saudável ou canceroso.  

Os cientistas testaram a invenção em 253 amostras de câncer de pulmão, ovário, tireoide e de mama, assim como em pessoas sem algum tipo de câncer.

Antes de a caneta começar a ser usada por profissionais da saúde, ela será testada em mais amostras de tecidos, bem como durante cirurgias em ensaios clínicos. 


Comentários

Caneta criada por cientistas pode detectar células cancerígenas em segundos — 1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *