Nasa reinventa a roda para conquistar Marte

Ter um pneu furado durante uma viagem na estrada é um tanto inconveniente. Para a Nasa, ter um pneu furado não é só inconveniente, pode ser uma catástrofe em meio a uma missão em outro planeta. Para não ter surpresas, a agência espacial norte-americana reinventou a roda. 

Batizada de Shape Memory Allow Tire, a roda é feita de uma liga de níquel e titânio, material que pode ser deformado e ainda assim retornar à sua forma original. Essa propriedade é fundamental para que os carros da Nasa andem em diversos tipos de terreno, como é o caso de Marte, onde a invenção deve ser usada.

O revestimento de níquel e titânio permite que a roda, mesmo que danificada, “lembre-se” de seu formato inicial. Além disso, o novo material aguenta 10 vezes mais peso. 

A ideia de reinventar a roda veio a partir de incidentes envolvendo os pneus do Curiosity, o rover de exploração enviado pela Agência para Marte em 2011. Em expedições pelo Planeta Vermelho, o Curiosity foi danificado pelo terreno cheio de pedregulhos.

Quem sabe um dia esse tipo de roda poderá andar pelas ruas esburacadas da sua cidade… Os engenheiros responsáveis pela roda buscam parcerias com fabricantes de pneus para explorar o mercado off-road, além de veículos militares.


Comentários

Nasa reinventa a roda para conquistar Marte — 1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *