5 Aplicativos que ajudam o cidadão no processo eleitoral

Obter uma ajuda no processo da escolha de seu próximo candidato pode ser algo mais simples do que você pensa, e não precisa partir daquele colega turrão que só fala bem do mesmo candidato. Já existem diversas tecnologias que descomplicam o processo político, ajudando a entender melhor as propostas de todos os candidatos, mesmo os oriundos de pequenos partidos ou legendas menos expressivas – além de apresentar seu histórico de ações ao longo da carreira política.

Um aplicativo chamado Detector de Corrupção, para iOS e Android, ajuda a rastrear a ficha de processos judiciais de cada candidato. Para saber se um candidato a cargo político brasileiro enfrenta quaisquer processos, basta tirar uma foto do seu rosto que o aplicativo busca uma lista completa do pretendente. Também é possível buscar o candidato pelo nome ou cargo ocupado. Até a época da eleição, em meados de agosto, o app contará com todos os candidatos aos cargos em disputa neste ano.

Já na sua versão 2.0, o aplicativo Transparência Brasil traz o histórico atualizado dos candidatos a eleição deste ano, disponibilizando dados pessoais como os bens declarados, além de dados de campanha como despesas e propostas de governo. O app inclui dados de todos os candidatos a eleição, como vices e suplentes. Para os mais aficionados por política, é possível  ativar notificações para ser avisado sempre que houver mudanças no cadastro de um político.

Podemos ressaltar como um benefício da tecnologia na escolha de um candidato o fato de termos a disposição ferramentas livres de julgamentos e de discursos políticos contaminados por propagandas. A tecnologia não faz o julgamento dos candidatos, mas apresenta uma infinidade de dados coletados ao longo dos anos.

Com uma mecânica parecida com o aplicativo de encontros Tinder, o Vote x Veto é um app brasileiro que te conecta às cegas com seu candidato ideal – ou de maior afinidade – de acordo com a forma com que você se posiciona em relação às propostas que o sistema lhe apresenta, de maneira aleatória. Diversos projetos aparecem na tela e o usuário deve votar, ou vetar, revelando ao fim a face do autor das ideias que mais lhe agradaram. Será que vai dar match em 2018?

O poder da informação

O Brasil tem 144.088.912 eleitores aptos a votar nas eleições municipais deste ano, segundo os últimos dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral. Desse total, menos da metade possui acesso à internet, segundo o estudo “O Poder Digital no Brasil”, elaborado pela Bites Consultoria. O resultado disso é a falta de informação que atinge a maioria do eleitorado brasileiro.

Apesar disso, o acesso à internet não é sinônimo de informação de qualidade. O elevado número de Fake News na recente eleição americana para presidente terminou com um julgamento que sentenciou a maior rede social do mundo a adotar sérias políticas contra a disseminação de notícias falsas. Por conta disso, é preciso selecionar com cuidado as fontes de informação política que escolhemos.

Para Arie Halpern, o combate às notícias falsas depende da tecnologia e dos seres humanos

O exemplo americano

Acompanhar como votam os políticos que elegemos é uma maneira de ver se o que foi prometido na campanha está sendo cumprido. Pensando nessa necessidade, o aplicativo Countable conecta eleitores diretamente com seus representantes do Congresso Americano. Todo eleitor americano é representado por 3 figuras políticas: 2 senadores do seu estado e um membro da Casa dos Representantes. O app permite ao eleitor acompanhar as votações de seus 3 representantes em tempo real, além de dar acesso a todo o material em pauta nas reuniões do Congresso. O usuário pode, inclusive, votar nas legislações em pauta pelo app – o resultado é entregue aos gabinetes de seus representantes no final do dia das votações. Dessa forma, os políticos acompanham se suas decisões estão agradando seu eleitorado.

Um ótimo jeito de conhecer um candidato é sabendo quem financia sua campanha para o cargo pretendido. O Dollarocracy é um aplicativo que separa cada membro do Congresso Americano por uma lista com seus principais doadores. O levantamento mostra quais empresas doaram quanto à cada candidato e quem recebeu mais doações no geral. Usuários também podem explorar grande parte dos gastos partidários feitos a partir do dinheiro doado.

A tecnologia nos permite, portanto, traçar um perfil dos candidatos, baseado no passado do político, e o acompanhamento de seu mandato, um momento  em que podemos averiguar se o eleito cumpre o que foi prometido durante a campanha. São as ferramentas tecnológicas que nos permitem acompanhar o dia a dia dos políticos cada vez mais de perto.

Publicado em Reflexões Link Permanente

Sobre Arie Halpern

Arie Halpern é um economista e empresário com vocação para inovações. Criou empresas alinhadas ao conceito de tecnologia disruptiva, como a CTF Technologies, e atualmente é diretor da irlandesa Tonisity, que desenvolveu uma tecnologia inovadora em nutrição e bem estar de porquinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *