#9 atitudes disruptivas que geram empoderamento

Em um mundo cada vez mais competitivo e em transformação é crucial para as empresas contarem com profissionais disruptivos. Ao cunhar o termo disrupção, em 1995, o professor Clayton Christensen, da Universidade de Harvard, evidenciava a importância das novas tecnologias capazes de dar origem a novas soluções causando uma mudança radical em um setor.

O conceito deixa claro o quanto ideias diferentes são fundamentais para causar disrupção, e que esses insights transformadores vêm de pessoas com pensamento disruptivo. Eles se caracterizam por estarem em constante processo de desenvolvimento pessoal. São capazes de criar e propor soluções novas para velhos problemas.

Todo mundo tem a capacidade de desenvolver um pensamento mais criativo e diferenciado do padrão. Para desenvolver um perfil disruptivo, é preciso exercitar algumas habilidades. Confira, abaixo, a lista de 9 atitudes, elaborada pelo especialista em tecnologia disruptiva Arie Halpern, para desenvolver habilidades e se tornar um profissional verdadeiramente disruptivo e cada vez mais valorizado no mercado.

1) Desenvolva o autoconhecimento

Somente quando nos conhecemos de verdade e geramos mudanças em nós mesmos, podemos realmente mudar algo no mundo. É preciso fazer uma autoanálise, identificar acertos e erros e fazer um exercício para avaliar como melhorar seus pontos fracos num processo de desenvolvimento pessoal constante.

2) Mude a si mesmo

Defina seu perfil sob o ponto de vista profissional e quem você deseja ser daqui algum tempo. Identifique os pontos que precisa fortalecer para chegar ao perfil desejado, trace o caminho para ser mais craitivo. Comece com pequenas alterações na sua vida profissional e pessoal.

3) Estimule a criatividade

Para se tornar um profissional disruptivo é preciso estimular seus processos criativos e desenvolver a habilidade de buscar novas perspectivas para encontrar soluções inovadoras. Experimentar fazer coisas que nunca fez antes faz o cérebro criar novas conexões. Estimule sua mente.

4) Aumente sua capacidade de decisão

Quem tem maior capacidade de decisão faz escolhas mais seguras. O profissional disruptivo decide com confiança e não tem receio de testar o novo. Assim, desenvolver a capacidade para tomar decisões, analisando as variáveis de forma objetiva e se valendo de informações é fundamental.

5) E a velocidade para tomá-las

A rapidez para tomar decisões assertivas é essencial mesmo quando a pessoa está sob pressão e com tempo limitado. Um caminho é desenvolver um método para identificar qual é o caminho correto e o que induz ao erro.

6) Seja flexível diante de desafios

Diante de situações estressantes e de desafios, leva vantagem quem consegue se adaptar mais rápido e melhor. Por isso, é preciso ter uma atitude flexível e aberta ao novo, especialmente em momentos de crise e pressão.

7) Mantenha sua meta

Tenha sempre em mente os objetivos desejados e questione-se o quanto cada opção o levará para mais perto da linha de chegada. Projete para o futuro próximo as consequências da ação que você pretende tomar para ter uma ideia melhor do quanto é assertiva ou não.

8) Desenvolva a resiliência

Quando o cenário muda e as coisas não saem como o esperado, é difícil manter a calma e conseguir mudar a perspectiva. A resiliência é uma das características mais importantes para poder dar vazão a ideias capazes de causar rupturas.

9) Esteja aberto a mudanças

Mudanças radicais normalmente geram insegurança, mas também abrem caminho para novos horizontes. Quem quer ser um profissional disruptivo, precisa assimilar a mudança rapidamente e identificar o fio condutor da nova fase, usando o conhecimento adquirido para ter resultados ainda.