Anel pode sacudir mercado de acessórios inteligente

O mercado de produtos tecnológicos vestíveis – aqueles semelhantes aos acessórios que usamos no dia a dia, como joias ou roupas – atingiu seu ápice em 2016. Na última edição da Wearable Technology Show, feira realizada anualmente nos EUA, foram apresentados 102 mil produtos que se encaixam nesse perfil.

Um dos produtos mais inovadores nessa categoria é o Ring, um anel inteligente multifuncional que captura movimentos das mãos para atender às necessidades do usuário. O pequeno dispositivo, quando conectado a uma rede Wi-Fi, pode enviar e-mails, mensagens, realizar transferências bancárias, redigir textos, entre outras tarefas.

O funcionamento do aparelho é simples. Há um pequeno botão no anel que, ao ser ativado, reconhece os movimentos realizados pela mão. Cada aplicação do dispositivo corresponde a um gesto diferente que deve ser realizado pelo usuário para que o anel entenda a necessidade. Para enviar um email, por exemplo, o usuário deve desenhar com a mão o símbolo de cartinha – o mesmo que estamos acostumados a ver no computador. Depois disso, é só escrever no ar para que o email comece a ser redigido. Da mesma forma, o usuário pode desenhar com a mão uma nota musical para que o anel entenda que é hora de tocar música.

Além de tudo, o Ring ainda possui uma funcionalidade vibratória para avisar quando há alguma notificação, como um novo e-mail, por exemplo. O dispositivo possui reconhecimento via Bluetooth, o que permite trocar informações com smartphones, tablets e computadores.

Por enquanto, o anel inteligente ainda é uma realidade distante, pois seus criadores criaram um crowdfunding para viabilizar o projeto. Se o que foi prometido for entregue, deverá revolucionar o mercado de wearables, ou até mesmo o mercado de joias, já que a estimativa de preço de mercado para o produto gira por volta de U$ 10 mil.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *