Arie Halpern resenha e-Book sobre inovação e empreendedorismo

Andar de bicicleta, ter uma rotina de sono regular, comer alimentos integrais, exercícios de respiração, são alguns dos hábitos que estimulam a criatividade.  Focar em um relacionamento de qualidade com outras pessoas também ajuda a despertar pensamentos inovadores. Ceticismo e criatividade podem, sim, coexistir. Além disso, é bom contar com “advogados do diabo”, que expressam opiniões divergentes e apontam falhas no produto ou no funcionamento da empresa. Essas são algumas boas dicas de uma série de estudos e entrevistas reunidas no livro “Driving Innovation and Ideas”, publicado pela unidade de negócios da Stanford Graduate School. Disponível para download gratuito, o e-Book é boa leitura para quem está começando a empreender. Infelizmente, não há uma versão em português.

driving

Arie Halpern resenha e-Book “Driving Innovation and Ideas”

Com textos de alunos, empreendedores e professores, o livro online engloba pesquisas e experiências de profissionais que passaram pelo laboratório de inovação da Universidade de Stanford, conhecida por ser um centro de excelência na formação de grandes empreendedores. Em um dos capítulos, oito desses alunos foram convidados a identificar, em sua experiência pessoal nos negócios, práticas que podem ajudar na elaboração de novas ideias. O resultado é uma coleção de boas sugestões, que não têm nada de mirabolante.

Alguns exemplos dados pelos ex-alunos: Rob Forbes, fundador das empresas Within Reach e PUBLIC Bikes, conta que muitas vezes é necessário libertar a mente da lógica à qual está amarrada e forçá-la a abrir espaço para a imaginação. Para ele, é em momentos de descanso mental que as boas ideias nascem. O próprio Einstein – lembra ele – revelou que o insight que o levaria à Teoria da Relatividade surgiu enquanto o cientista passeava de bicicleta. Trae Vassallo, conselheira estratégica na empresa Kleiner Perkins Caufield & Byers, aconselha os empreendedores e inventores a estreitar relações pessoais, pois isso estimula a troca e o surgimento de novas ideias que podem levar a negócios promissores.

Além dos depoimentos de ex-alunos, o livro oferece artigos assinados por professores da universidade. Em “Every Team Needs a Devil’s Advocate” (“Toda equipe precisa de um advogado do diabo”), Lindred Greer, professor assistente de Comportamento Organizacional, fala das descobertas de uma pesquisa que analisou a dinâmica de um time empresarial com visões divergentes. O que Lindred observou foi que as equipes que contavam com uma minoria mais cautelosa, tinha a oportunidade de reavaliar diferenças e deficiências na abordagem de um produto ou serviço inovador, identificando com maior facilidade um futuro problema. Para o professor, o profissional que atua como “advogado do diabo” ajudará, de maneira saudável, o time a agir com eficácia.

Como tira-gosto do conteúdo dessas entrevistas, reproduzo, a seguir, uma seleção de algumas das reflexões desses empresários, professores e alunos.

  • “Criatividade e crítica são como os princípios chineses de Yin e Yang: duas forças complementares que interagem formando um todo maior” – Theresa Johnson.
  • “Um empresário deve tirar tempo para alimentar sua própria criatividade. Só assim, saberá extrair a criatividade de seus funcionários” – Baba Shiv.
  • “É necessário criar companhias que não elaborem apenas produtos, mas que gerem uma cultura que possibilite a produção e a criação de novas ideias” – Charles A. Holloway.
  • “Se você não criar um tipo de organização que irá corrigir seus erros, você pode levar sua empresa diretamente ao abismo” – Jonathan Bendor.
  • “Muito da inovação envolve tirar ideias de diferentes áreas da vida e combiná-las de novas maneiras” – Jesper B. Sorensen.

Para uma visualização completa do conteúdo do e-Book, entre neste link.


Comentários

Arie Halpern resenha e-Book sobre inovação e empreendedorismo — 1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *