Brigas nunca mais: empresa cria ar condicionado portátil

Brigas nunca mais: empresa cria ar condicionado portátil

A temperatura do ar-condicionado costuma ser motivo de discórdia, especialmente no ambiente de trabalho. É difícil a temperatura agradar a todos, pois sempre tem alguém que sente mais frio ou calor, o que sempre rende alguma discussão. Uma forma de resolver essas desavenças pode ser o ar-condicionado portátil, uma invenção da Evapolar.

Com sedes na Rússia e no Chipre, a Evapolar pretende revolucionar o mercado com sua criação que cabe em cima de uma mesinha de cabeceira e custa bem menos que os aparelhos tradicionais. A ideia dos empresários russos Eugene Dubovoy Vladimir Levitin é oferecer um “dispositivo simples que leva uma brisa fresca do oceano e umidifica o ar seco”.

De acordo com a reportagem do portal Business Insider, que testou o produto, o Evapolar não substitui um ar-condicionado, mas quebra um galho em pequenos espaços, como a mesa de trabalho.

Para funcionar, o Evapolar precisa ser carregado com água para purificar o ar e empurrar o ar resfriado com um pequeno ventilador interno.Mas o alcance de seu frescor não é tão grande. Medindo até 20 cm, a empresa aconselha que o aparelho seja utilizado em uma área de até 4m². O resfriamento máximo é de 17ºC e a duração do reservatório é de até oito horas.

Segundo a reportagem do UOL, que  testou o produto em diversas condições, o aparelho é ideal para “situações como viagens”. O portal brasileiro afirma que em um cômodo fechado, o Evapolar “causa um efeito oposto ao seu propósito”, já que a evaporação da água faz com que a umidade aumente, tornando o ambiente mais abafado. Com o cômodo aberto, no entanto, sua eficácia é comprovada.

Para adquirir o produto importado em sua versão mais simples, o custo é de US$ 180 (aproximadamente R$ 586), mais frete. O filtro, com uma vida útil de até seis meses, sai por mais US$ 30.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *