Chernobyl pode virar usina solar

Usina solar pode ser construída em Chernobyl

Usina solar pode ser construída em Chernobyl

A cidade de Chernobyl, na Ucrânia, famosa pelo pior acidente nuclear da história, que contaminou 2.600 quilômetros quadrados de terra em 1986, deve ganhar uma nova função. Até o final deste ano, deve ser concluída a construção de um complexo solar, com painéis fotovoltaicos capazes de gerar até mil megawatts. Conforme informações da Bloomberg, o projeto teria potencial de resolver dois problemas do país: devolver produtividade a uma área abandonada e tornar a cidade menos dependente da Rússia em questões de energia.

“Chernobyl tem um bom potencial para a energia renovável”, disse o Ministro de Meio Ambiente da Ucrânia,  Ostap Semerak, em uma entrevista em Londres. “Nós temos linhas de transmissão de alta voltagem que foram instaladas na usina nuclear, a terra é muito barata na área e temos muitas pessoas treinadas para operar centrais de energia.” A energia solar também pode deixar o país mais próximo da União Europeia. “  Nós temos prioridades europeia, o que significa ter a melhor qualidade com o meio ambiente e energias limpas.”

Hoje, a Ucrânia depende fortemente do gás natural importado da Rússia. O governo ucraniano vem trabalhando em diversas frentes para diminuir a dependência da Rússia, principalmente depois que o pais ameaçou cortar o abastecimento após problemas de pagamento. Em 2015, a Ucrânia reduziu à metade o consumo de gás russo. Com os recursos da energia solar, que são melhores do que os da Alemanha, a Ucrânia está apostando nas energias sustentáveis.

Os gastos iniciais com o projeto devem custar aproximadamente US$ 1 bilhão – o governo ucraniano está à espera de propostas de empresas para financiar o projeto. Até agora, a ideia das plantas de energia solar interessou alguns investidores estrangeiros, incluindo duas empresas dos Estados Unidos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *