Desafio das novas gerações será o de aliar tecnologia à prática de exercícios

A geração conhecida como millennials será, em média, mais obesa que seus pais ou avós, segundo recente estudo realizado no Reino Unido pela organização Cancer Research UK. Pesquisadores concluíram que 70% dessas pessoas, nascidas entre as décadas de 80 e 90, terão sobrepeso na meia-idade. Entre os motivos constatados para a piora no quadro de saúde dessa geração está o chamado “aumento de tempo de tela”, termo que designa o período que passamos frente à televisão, ao computador, tablets ou smartphones.

Apesar do que indica a pesquisa, é possível utilizar esses equipamentos – hoje sinônimos de sedentarismo – para adotar uma vida mais saudável e ativa. Há uma grande quantidade de aplicativos desenvolvidos para auxiliar usuários na prática de exercícios ou em busca de uma alimentação mais balanceada. Aqui vão alguns exemplos para pessoas que buscam os mais variados tipos de resultados.

Perdendo peso

Correr é uma atividade eficaz para perder calorias e existem dezenas de apps voltados para auxiliar quem é adepto dessa prática esportiva. Um dos mais conhecidos deles é o Run Keeper, um aplicativo gratuito que busca maximizar a experiência do usuário, propondo desafios diários baseados nas metas cadastradas pelo usuário. Com o Run Keeper, é possível ter controle total da perda de calorias durante cada trajeto percorrido. Além disso, ele permite compartilhar o resultado com os amigos (e eles com você), tornando a atividade mais prazerosa e menos solitária.

Quem não gosta de exercícios de impacto, pode escolher atividades mais simples como caminhadas. Pensando nisso, a empresa BodyMedia desenvolveu um dispositivo em forma de bracelete que ajuda a entender melhor o funcionamento do seu corpo diante dos desafios do dia a dia. O BodyMedia Fit envia diretamente para seu celular informações sobre seu corpo, como frequência cardíaca, temperatura corporal e níveis de pressão, além de oferecer outras funções importantes como contadores de passos. Com ele, é possível monitorar a perda de calorias e as reações do seu corpo durante cada atividade que você desempenha no dia a dia.

Para medir com precisão a perda diária de calorias, existe no mercado uma balança digital de alta precisão com funções extras para quem busca maiores detalhes sobre sua saúde. Conectada ao celular do usuário via Wi-Fi a balança Body não mede apenas o peso da pessoa, mas também consegue observar a altura e calcular, na hora o IMC (índice de massa corporal) do indivíduo. Os resultados são enviados diretamente no celular, ajudando o usuário a entender melhor qual deve ser seu objetivo na busca pelo físico ideal.

Ganho de massa corporal

Aqueles que desejam grandes mudanças físicas também podem recorrer aos aplicativos para melhorar os resultados dos exercícios de hipertrofia ou hipotrofia, comuns em diversas academias. Como nem todo mundo pode contar com um personal trainer, foi criado um substituto digital que pode ajudar a entender os desafios do ganho de massa corporal. O aplicativo Jefit explica, passo a passo, os exercícios mais indicados para cada necessidade do usuário. Além de ensinar aspectos como respiração e posicionamento do corpo durante cada série, também faz cálculos baseados nos treinos diários, sugerindo mudanças e dicas de alimentação focadas nos seus objetivos.

 

Tecnologia também pode tornar exercícios mais prazerosos e eficazes

Alimentação Saudável

Não adianta correr quilômetros ou levantar toneladas de peso se a sua alimentação é inadequada. O aplicativo MyFitnessPal tem justamente o propósito de ser um guia de alimentação saudável, pois apresenta o número de calorias e gorduras dos mais diversos alimentos na velocidade de um toque na tela. Além da vasta opção de alimentos que o app oferece, é possível obter informações de pratos prontos, inclusive aqueles de fast-foods. O aplicativo possui grandes redes de restaurantes como Applebees e McDonald´s cadastrados em seu banco de dados.

Dada a mudança no cotidiano das pessoas, sobretudo em áreas urbanas, é preciso repensar hábitos para que possamos vencer a obesidade e as doenças que caminham juntas com o aumento de peso e o sedentarismo. A mesma tecnologia que suporta um aplicativo para pedir comida com um toque também pode indicar ótimos parques nas redondezas para uma boa caminhada. Para as novas gerações, o desafio será dar um significado novo aos gadgets projetados para poupar esforço físico – afinal, caloria não é algo valioso que se queira acumular.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *