Disruptura e inovação devem estar no DNA dos negócios

shutterstock_292375514

Mudanças cada vez mais frequentes fazem necessário que empresas e negócios pensem fora da caixa

Neste mundo em que as mudanças são cada vez mais frequentes, pensar fora da caixa deve ser o job description das empresas e negócios. Ou seja: não basta ser disruptivo uma vez, é preciso que as inovações sejam contínuas.

Tenho acompanhado o caso do aplicativo Nubank, que promete ser parte de uma nova geração de serviços financeiros do Brasil. Ao trazer uma experiência mais simples para o usuário de cartão de crédito — otimizando tempo e eliminando burocracia –,  a startup brasileira de pagamentos oferece o mesmo produto oferecido pelos bancos a um preço mais competitivo.

Diante dessa concorrência, os bancos terão de correr atrás de soluções para assegurarem o status de primeira opção entre os usuários.

Parafraseando Peter Drucker, pai da administração moderna, a inovação mais produtiva é aquela que oferece um produto ou serviço diferente, criando um novo tipo de satisfação, ao invés de uma simples melhoria. É com esse pensamento que a construção contínua de cultura de inovação deve ser prospectada no ambiente empresarial.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *