Empresas de tecnologia podem tomar o lugar da TV na transmissão de esportes

Empresas de tecnologia podem tomar o lugar da TV na transmissão de esportes (Divulgação)

Nos próximos anos, as gigantes da tecnologia Amazon e Facebook devem se tornar as principais forças na disputa pelos direitos de transmissão de eventos esportivos, tomando a hegemonia das emissoras de TV. A afirmação vem de Daniel Ives, chefe de pesquisa da GBH Research, empresa de consultoria e de pesquisa norte-americana.

Ives diz que “os próximos 12 a 18 meses serão uma janela de oportunidades para ambas as organizações”. Segundo ele, a tendência é que outras grandes do ramo, Google e Apple, continuam como “coringas” neste jogo de interesses, com Snapchat e Twitter correndo por fora.

“Observamos em 2021, ano em que os direitos de transmissão da NFL, MLB E NHL se encerram, será a primeira e grande oportunidade para a Amazon e Facebook, assim como outras plataformas, potencializarem as ofertas para assumir os direitos dos principais torneios”, conta ele em entrevista ao portal da CNBC.

O Facebook, por exemplo, está disposto a gastar até US$ 1 bilhão neste ano, conforme reportagem do Wall Street Journal, enquanto Ives estima que a Amazon deverá investir até US$ 5 bilhões.

Recentemente, foi anunciado que a rede social de Mark Zuckerberg irá transmitir 25 jogos da Liga Americana de Beisebol, a MLB.

A Amazon já transmitiu algumas partidas da Liga Americana de futebol americano, a NFL, e, segundo Ives, a gigante do varejo pode oferecer altas quantias pela Liga Inglesa de Futebol (Premier League), o torneio de futebol mais popular do mundo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *