Energia solar: taxas de emprego crescem nos Estados Unidos

energias renováveis

A cada 50 novos empregos criados nos Estados Unidos no ano passado, pelo menos um foi devido à energia solar. Os dados são da National Solar Jobs Census 2016, relatório feito pelo The Solar Fundation, organização sem fins lucrativos independente cuja missão é acelerar a adoção da fonte de energia mais abundante do mundo. As informações são do portal Setor Energético.

A pesquisa mostra que a energia solar no país cresceu aproximadamente 17 vezes, ou 25% em relação ao ano de 2015, totalizando 260 mil empregos em mais de 51 mil postos de trabalhos. Esse foi o maior percentual registrado pela pesquisa desde que ela começou a ser realizada, em 2010. Esse crescimento está ajudando a consolidar a energia renovável nos Estados Unidos como uma energia rentável, de baixo custo, confiável e superabundante, segundo Andrea Luecke, presidente e diretora executiva da The Solar Foundation. Um dos motivos para isso é a diminuição do custo dos painéis solares.

O estado com o maior número de empregos relacionados com energia solar é a Califórnia, seguida por Massachusetts, Texas, Nevada e Flórida. O crescimento de empregos também se deu em diversos setores da indústria: os postos de trabalho na área de instalação aumentaram 14%, para um total de 137.133 empregos; os de desenvolvimento de projetos, em 53%, para 34.400 empregos; os de vendas e distribuição, em 32%, para 32.147 empregos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *