Estudo aponta mudança na relação do brasileiro com a tecnologia

Segundo um recente levantamento realizado pelo IBGE, o número de brasileiros que acessam a internet aumentou em quase 10 milhões no período entre 2016 e 2017. Hoje, 69,8% dos brasileiros com 10 anos ou mais são usuários da rede e isso ocorre pela mudança nos hábitos de consumo. Nossa relação com a tecnologia está mudando e, enquanto alguns aparelhos começam a ser mais utilizados, outros dispositivos muito presentes em nossas vidas estão sendo deixados de lado e se tornando obsoletos.

O estudo, batizado de Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD-C), constatou que, dos que utilizam a internet, 16% o fazem por meio de Smart TVs – aparelhos que vem ganhando espaço no mercado e acabam por substituir o uso de computadores tradicionais. O número de pessoas que utilizam a TV para acessar a internet cresceu 57%.

Um dos queridinhos que perdeu espaço no período de 2016 para 2017 foi o computador pessoal. Cerca de 835 mil lares brasileiros deixaram de ter um notebook ou um PC para dar espaço aos tablets ou Smart TVs. O percentual de pessoas que acessaram a web por meio de computadores caiu para 56% no ano passado, frente a 63% em 2016.

A banda larga fixa também vem perdendo espaço com a popularização dos smartphones. Mais de 78% dos domicílios brasileiros contam com banda larga móvel enquanto o uso de internet via cabo (fixa) vem caindo a cada ano.

A a popularização dos aparelhos celulares impulsiona a conexão, sobretudo em regiões remotas do Brasil, como é o caso da região amazônica, por exemplo. Na região Norte, 88,7% dos domicílios com acesso à internet se conecta por meio de serviços de banda larga móvel, enquanto apenas 48,8% das casas contam com banda larga fixa.

Com todas as mudanças de comportamento e hábitos, o mais afetado de todos é o telefone fixo. Segundo informações da Anatel, no último ano houve redução de 1,2 milhão de linhas no País. A região Sudeste, líder nacional em número de linhas fixas, registrou redução de 50% dos aparelhos telefônicos tradicionais no último ano, conforme dados da PNAD-C.

Todas essas transformações ocorrem lado a lado com as mais recentes inovações tecnológicas. A criação de novos aparelhos gera novas necessidades de consumo e, como é próprio da tecnologia, cada vez mais os gadgets possuem multifuncionalidades. Hoje, é relativamente raro ver jovens utilizaram relógios de pulso, sendo que todo celular mostra as horas de forma confiável. Relógios de bolso então, se tornaram verdadeiras relíquias.

2 comentários sobre “Estudo aponta mudança na relação do brasileiro com a tecnologia”

  1. Pingback: Estudo aponta mudança na relação do brasileiro com a tecnologia | InfoPost

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *