Gadgets vestíveis avisam sobre infecção por covid-19

Uma das medidas sociais mais efetivas para controlar a contaminação pelo novo coronavírus é fazer testes em massa. Saber com precisão e rapidez quem está em condições de conviver e trabalhar e quem deve ser mantido em isolamento ajuda, ao mesmo tempo, a controlar a propagação do vírus e a manter a economia funcionando. Governos do mundo todo sabem disso, e estão investindo em exames enquanto se espera o desenvolvimento de uma vacina ou de um tratamento efetivo.

Nessa corrida, as tecnologias vestíveis, ou weareables, como são conhecidos em inglês, podem jogar um papel decisivo. “Esses tipos de dispositivos, principalmente os desenvolvidos para as práticas esportivas, são capazes de medir frequência cardíaca, temperatura corporal e até mesmo a qualidade do sono, e um desenvolvimento natural é aproveitar toda essa capacidade para identificar as alterações de sinais vitais provocadas pelo novo coronavírus”, diz o especialista em tecnologias disruptivas Arie Halpern. Veja algumas abordagens mais promissoras com os gadgets vestíveis.

 

Fitbit

A maioria dos modelos Fitbit mede e registra a frequência cardíaca. Eles também medem a atividade corporal. A combinação dessas duas medidas permitiu aos pesquisadores prever melhor quem tinha uma doença semelhante à influenza.

Temperatura corporal

Febre e tosse persistente são os sintomas mais comuns da covid-19. Existem patches de temperatura vestíveis que se comunicam com dispositivos inteligentes e registram a temperatura continuamente, ajudando a detectar com precisão os primeiros sintomas de febre.

Suor e lágrimas

Uma abordagem promissora é criar sensores que detectem compostos no suor da pele. Esses compostos podem fornecer muitas informações sobre a saúde de uma pessoa. O pH, os íons de sódio, a glicose e o teor de álcool são apenas algumas das coisas que os sensores podem investigar. As lágrimas também contêm compostos do corpo, por isso os pesquisadores estão desenvolvendo o sensoriamento químico usando lentes de contato inteligentes.

 

Com informações: Phys; MedicalExpo; News Medical Life Sicence; Google Play.