Google leva realidade aumentada para museus

Arie Halpern: inovações tecnológicas que marcaram 2016

O Google está realizando parcerias com diversos museus ao redor do mundo para a adoção de sua plataforma de realidade aumentada (RA) Tango. Com ela, os visitantes serão capazes de utilizar seus celulares para explorar as exposições em RA. As informações são do portal The Verge.

Um dos museus que aderiu ao projeto é o Detroit Institute of Arts (DIA), dos Estados Unidos. Ao chegar ao local, os visitantes podem alugar um Lenovo Phab 2 Pro – um smartphone capaz de rodar a plataforma Tango – no balcão de entrada e então utilizá-lo em diversas das peças expostas. Com o aparelho, o visitante pode “olhar” dentro de sarcófagos para observar corpos mumificados, visualizar arquiteturas perdidas (como o portão de Ishtar, da antiga Babilônia) e restaurar a coloração original de antigos relevos de calcário. A plataforma também oferece aos visitantes jogos de trivia, entre outros.

Segundo o portal The Verge, a plataforma Tango apresenta uma das visões mais imersivas de realidade virtual desde o lançamento do aplicativo Pokemon Go. Sensores avançados como o do Tango raramente são utilizados em smartphones, mas no caso do aplicativo do Google eles são utilizados para dar uma sensação de profundida e escala nas superfícies em 3D. A empresa ainda não informou com que outros museus ela está negociando o uso da plataforma.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *