Google promete transformar pessoas comuns em pianistas

Após o sucesso de games como o Guitar Hero e o Drum Hero – jogos eletrôncios que simulam, de maneira simplificada, intrumentos musicais – a equipe de pesquisa criativa do Google criou o Piano Genie, programa de IA que transforma qualquer pessoa em um verdadeiro Mozart.

O Genie é um aparelho com oito botões que, conectados a um piano de verdade, simplificam o número de teclas do instrumento: cada vez que o usuário aperta um dos botões, a Inteligência Artificial toca uma tecla diferente no piano real, buscando sempre uma melodia harmônica. O aparelho permite ao usuário “compor” uma melodia do zero, mesmo sem conhecimentos musicais.

A equipe responsável pelo projeto digitalizou uma grande quantidade de partituras de piano clássico, além de outras noções de melodia, para treinar a Inteligência Artificial a prever quais notas deveriam ser tocadas em cada situação. O aprendizado da máquina é baseado em alguns elementos comuns de IA, sendo o componente principal uma rede neural recorrente, um programa específico para simular dados sequenciais como a escrita e a música.

Veja como funciona:

Apesar da ajuda do programa, a plataforma oferece certa liberdade ao usuário. As notas tocadas no piano correspondem aos botões escolhidos. Se o botão da extrema esquerda for pressionado, a nota mais harmônica da extrema esquerda será tocada.

“Eu realmente queria criar uma ferramenta que pudesse oferecer a alguém que não soubesse tocar a experiência de criar música”, contou Chris Donahue, estagiário do Google e um dos criadores do Piano Genie, ao The Verge.

Para Arie Halpern, economista e especialista em tecnologias disruptivas, o Piano Genie é um jeito muito criativo de ensinar noções básicas de música para as pessoas, principalmente aos mais jovens. “Programas como esse incentivam pessoas a se interessar por instumentos musicais. Ao simplificar o acesso a composições sofisticadas, a tecnologia permite uma experiência de aprendizado lúdico e desmistifica a complicada jornada que é a de se tornar um compositor”, conclui Arie.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *