IBM Watson substitui funcionários de escritório no Japão

Arie Halpern: a IBM e seu supercomputador Watson

A inteligência artificial da IBM, chamada Watson, vai substituir 34 funcionários em um escritório de seguros no Japão, segundo o portal Exame. A plataforma de computação cognitiva da empresa, que é capaz de analisar dados em uma velocidade superior à humana, realizará tarefas repetitivas e com isso economizará dinheiro da empresa japonesa.

A atuação do Watson está prevista para começar ainda em janeiro na Fukoku Mutual Life Insurance Company. Suas funções incluem a leitura de documentos médicos e a determinação de pagamentos de indenizações com base em históricos e procedimentos médicos. Segundo o portal Dailydot, o investimento inicial para a mudança é de US$ 1,7 milhão, com manutenção de US$ 128 mil por ano. Mesmo com esses custos, a empresa deve economizar até US$ 1,1 milhão por ano. Outras três companhias japonesas também estão analisando contratar o Watson.

Além disso, nos Estados Unidos, diversas empresas de advocacia começaram a utilizar o Watson em seus escritórios. Em um dos casos, o robô é utilizado para ajudar motoristas a contestar multas erradas de excesso de velocidade. De acordo com a Bloomberg, o custo reduzido da utilização de inteligências artificiais no lugar de seres humanos pode comprometer as tarefas de metade dos trabalhadores dos Estados Unidos nos próximos anos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *