Arie Halpern: navegar no Oceano Azul é preciso

oceanoazul

“Oceano Azul” é um conceito que busca romper o comportamento padrão

O que é “Estratégia do Oceano Azul”? Em poucas palavras, significa romper com o comportamento corporativo padrão. O conceito, criado em 2005 por W. Chan Kim e Renée Mauborgne, representantes do The Blue Ocean Strategy Institute, uma das maiores escolas de business da Europa, e título do livro escrito pelos pesquisadores, nada mais é do que explorar outros mares no mundo dos negócios. Na prática, fugir de nichos saturados e competitivos, cunhados pelos autores como “Oceano Vermelho”.

Não é simples encontrar brechas no mercado. Mas a disruptura vem da compreensão. Entender a Estratégia do Oceano Azul é saber que é necessário tornar a competição irrelevante a partir da criação de uma nova oportunidade. A fatia de um mercado dá lugar a um novo cenário, mais rentável e sem adversários. Tomemos o caso das Casas Bahia. Samuel Klein começou o negócio mirando o consumidor de poucos recursos. Encontrou seu lugar no mar e se tornou referência.

Como cita o autor Chan Kim em seu livro: “O segredo não é esmagar a concorrência. É torná-la irrelevante”. O retorno vem a partir da entrega de um serviço/produto plenamente disruptivo. Navegar é preciso!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *