Janelas assumem novas funções com tecnologias inovadoras

A necessidade de aproveitar e expandir cada vez mais o uso de fontes renováveis e mais limpas de energia é incontestável. Ao mesmo tempo em que as tecnologias para o aproveitamento de recursos naturais na geração de energia evoluem, novas soluções são criadas. Uma das recentes inovações nessa direção é um uma janela capaz de bloquear a luz do sol e reter o calor que pode ser usado nos sistemas de aquecimento, ventilação e ar condicionado.

Desenvolvida por cientistas da Nanyang Technological University, em Singapura, a janela possui vidro duplo, similar às usadas para isolamento acústico. Mas, em vez de ar, o espaço entre os vidros é preenchido com um líquido à base de hidrogel. A mistura, que contém ainda água e um estabilizador, se torna opaca com o calor, bloqueando a passagem da luz do sol e reduzindo a temperatura interna.

Ao mesmo tempo, a janela líquida possibilita armazenar uma grande quantidade de energia térmica, evitando que penetre pelo vidro, aumentando a temperatura interna. O calor armazenado é resfriado gradualmente e, depois, liberado. Nas simulações, as janelas líquidas reduziram em até 45% o consumo de energia no aquecimento, ventilação e resfriamento em comparação com janelas comuns.

A facilidade com que o calor é transferido através do vidro faz com que as janelas tenham significativo impacto na eficiência energética dos prédios. Mesmo as soluções de envidraçamento que reduzem a penetração de raios infravermelhos e calor não diminuem a entrada da luz solar, responsável por grande parte o aquecimento.

“A evolução tecnológica vem dando grande impulso aos esforços de descarbonização no que diz respeito ao aumento do uso de fontes renováveis, inclusive em aplicações inovadoras como as janelas líquidas recentemente anunciadas”, afirma o especialista em tecnologias disurptivas Arie Halpern.

Muito além das paisagens

Já nos trens de uma das linhas do metrô na China, as janelas vão servir também como fonte interativa de informações sobre o sistema de transporte. Com uma tela touch e alto-falantes integrados, elas fornecem aos passageiros informações em tempo real sobre horários dos trens e eventuais atrasos e mudanças, assim como outras informações sobre o clima ou o mercado de ações por meio de conexão com a internet.

Desenvolvida em parceria pelas empresas Wabtec Corp., Shenzhen Metro Co. e CRRC Nanjing Puzhen Co., a tecnologia usa matriz de diodos emissores de luz orgânica e transistores de filme fino de polisilício numa tela transparente com alto contraste e alta resolução.