Macacos com paralisia voltam a andar com implante cerebral

Paralisia em macacos foi curada com chip neural

Paralisia em macacos foi curada com chip neural

Um estudo científico publicado pela revista “Nature” anuncia que, pela primeira vez, cientistas conseguiram utilizar um chip neural para recuperar o movimento em macacos com paralisia. Os chips utilizam sinais wireless para enviar sinais que desviam de nervos danificados na medula espinhal, chegando efetivamente a membros até então sem movimento, segundo o jornal britânico “The Guardian”.

O estudo foi desenvolvido por uma equipe da Escola Politécnica Federal de Lausanne, na Suíça, liderado pelo neurocientista Grégoire Courtine, e contou também com a ajuda de pesquisadores da Universidade de Bordeaux, Montac Neuroscience e do Centro Hospitalar Universitário Vaudois (CHUV). Apesar dos resultados satisfatórios, deve levar alguns anos para que esse tipo de pesquisa seja feita em seres humanos.

“A ligação entre a decodificação do cérebro e o estímulo da medula espinhal – fazer essa comunicação existir – é algo completamente novo”, disse ao portal Independent Jocelyne Bloch, neurocirurgiã do Hospital Universitário de Lausanne, que implantou cirurgicamente os dispositivos nos cérebros e medulas dos macacos. “Pela primeira vez, imaginei um paciente completamente paralitico sendo capaz de mover suas pernas por meio da interface cérebro-medula.”

Com a técnica, a equipe tratou dois macacos Rhesus, cada um com uma perna inutilizada devido a lesões parciais na medula. Um deles recuperou parte do uso do membro dentro da primeira semana de tratamento, sem nenhum tipo de fisioterapia, enquanto o outro demorou duas semanas para alcançar a mesma marca de recuperação. Os cientistas ainda não foram capazes de curar lesões graves com a técnica.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *