Maior fabricante global anuncia geração de vidros de celular (quase) inquebráveis

Todas as pessoas já passaram por esta situação: após presenciar uma queda do aparelho celular, leva-se as mãos à cabeça com medo de ter acontecido o pior. Com cuidado, o pobre proprietário então se abaixa e verifica apreensivo se o equipamento sobreviveu, se espatifou ou rachou, para na melhor das hipóteses ser usado desse jeito até que haja tempo ou dinheiro para mandar trocar o vidro. Como muitos também devem saber por experiência própria, trocar o vidro de um aparelho não é barato, e não há uma garantia absoluta de um funcionamento perfeito como no componente original.

No entanto, ao que parece esse é o tipo de cena que em breve deixará de existir, restando como uma espécie de relíquia de triste memória da década de 2010. A maior fabricante de telas para dispositivos eletrônicos do mundo, a Corning, que atua como fornecedora para as principais marcas globais, anunciou que vai passar a entregar uma nova geração de vidros, que são muito mais resistentes do que os anteriores. A empresa fabrica telas nos Estados Unidos, na Coreia do Sul e em Taiwan, que estão presentes em mais de 8 bilhões de gadgets usados no mundo todo.

“O problema das telas, principalmente em dispositivos móveis, como os celulares, se agravou nos últimos anos, na verdade, quando as fabricantes começaram a desenvolver equipamentos cada vez mais finos e leves, e, consequentemente, os vidros acabaram ficando também mais frágeis”, explica o especialista em tecnologias disruptivas Arie Halpern. Os fabricantes não dizem que o vidro é inquebrável, advertindo que buscarão por um modelo assim nos próximos anos, mas que esse modelo demonstrou resistir a quedas de 2 metros de altura em superfícies duras e ásperas, muito superiores à suportada pelos atuais.

Galaxy e iPhone

Num primeiro momento, a nova edição do Gorilla Glass, chamada Victus, vai estar disponível no telefone Galaxy Note da Samsung. Os principais executivos da empresa não disseram se ele vai equipar também os iphones, mas os especialistas entendem que isso deva ocorrer em breve, já que a Corning é fornecedora da marca, desde a primeira versão do aparelho até hoje para a Apple.

Com informações: Corning; Samsung; Apple; Pyhs.