Megafeira em Las Vegas mostra o que esperar da tecnologia em 2020

Há 52 anos, no início de janeiro, os olhos de todas as pessoas interessadas em tecnologia do mundo se voltam a um evento que indica o que está para chegar ao mercado. A CES, em Las Vegas, apresenta mais de 4,4 mil empresas expositoras, incluindo fabricantes, desenvolvedores e fornecedores de hardware e conteúdos. Com 11 locais oficiais, a CES ocupa mais de 2,9 milhões de metros quadrados de espaço para exposições e apresenta 36 categorias de produtos e 22 mercados. Os expositores locais são agrupados em três áreas geográficas: Tech East, Tech West e Tech South.

O evento é organizado pela poderosa Consumer Technology Association (CTA), a organização comercial de tecnologia dos Estados Unidos, que representa um mercado de US$ 401 bilhões ao ano.  Ele atrai os líderes empresariais e pensadores pioneiros do mundo para um fórum no qual são debatidas  as questões mais relevantes da indústria. O programa de conferências deste ano conta com mais de 250 sessões e mais de 170 mil participantes de 160 países.

“A feira começou ontem e vai até sexta, e o balanço do que foi exposto e discutido ainda vai ser desdobrado pelos próximos meses, indicando as principais tendências do mercado, como acontece todos os anos”, diz o especialista em tecnologias disruptivas Arie Halpern. Segundo o especialista, as áreas de saúde e de acessibilidade e reconhecimento facial são as mais quentes na edição deste ano, mas a lista com as área cobertas pela feira já é um indicador do que está por vir. Então, confira abaixo as categorias nas quais a feira está dividida:

Áreas de interesse da CES

  • Impressão 3D
  • Acessibilidade
  • Publicidade, Marketing, Conteúdo e entretenimento
  • Inteligência artificial
  • Áudio/High-End/Alto desempenho
  • Serviços de computação em nuvem
  • Hardware de computador
  • Segurança e privacidade cibernética
  • Saúde digital
  • Imagem digital/fotografia
  • Drones
  • Educação
  • Entretenimento e Conteúdo
  • Ginástica
  • Jogos
  • Estilo de vida (Família, Beleza, Animais de estimação)
  • Pagamentos móveis/Finanças digitais/Comércio eletrônico
  • Política pública/governo
  • Resiliência
  • Robótica
  • Sensores e Biometria
  • Veículos autônomos
  • Cidades inteligentes
  • Lar inteligente
  • Software e aplicativos
  • Esportes e jogos
  • Sustentabilidade
  • Telecomunicações
  • Viagem e Lazer
  • Tecnologia de veículos
  • Vídeo
  • Realidade virtual e realidade aumentada
  • Vestuário
  • Dispositivos sem fio
  • Serviços sem fio
  • Outras tecnologias de consumo

Com informações: CTA; The Washington Post; Folha de S. Paulo; CES; City of Las Vegas.