Novas soluções de transporte urbano se multiplicam na terra e no ar

Com diferentes tecnologias, fontes de energia e formatos, novas soluções de transporte urbano aéreo vêm ganhando os céus e indicando que estamos próximos de ter nossos próprios carros voadores na garagem.

A empresa eslovaca Klein Vision criou um protótipo de carro que dá um passo além de outros projetos similares. O AirCar é um híbrido de carro e avião não apenas porque pode andar no solo e no ar, mas também porque tem formato de um automóvel esportivo com asas.

Equipado com motor BMW, ele fez o primeiro voo de um veículo desse tipo entre duas cidades. O voo de 35 minutos foi entre o aeroporto de Nitra e o de Bratislava, capital da Eslováquia. Dois minutos depois da aterrissagem, entrou em modo terrestre e fez o trajeto até o centro da cidade tendo ao volante o fundador da empresa.

Táxis aéreos elétricos, carros voadores, drones para transporte de passageiros, as soluções de transporte urbano se multiplicam. “A variedade de opções, tanto em termos de modal quando de fonte de energia, nos faz acreditar que em breve os engarrafamentos e o excesso de tempo gasto em deslocamentos seja coisa do passado”, vaticina o especialista em tecnologias disruptivas Arie Halpern. 

Transporte aéreo individual

Um veículo aéreo autônomo pessoal é a aposta da empresa americana NeXt UAS. Batizado iFLY, ele é um eVTOL (decola e pousa verticalmente) totalmente elétrico e possui sistemas de controle de voo redundantes e um paraquedas balístico que é acionado em situações de emergência.

Nos Emirados Árabes Unidos, a nova solução para desafogar o tráfego nas cidades é uma cápsula ou cabine de alta velocidade que se desloca por meio de uma rede aérea de trilhos de aço e pode atingir 150 quilômetros por hora.

Similares a bondinhos de teleférico, utilizam um sistema mais amplo e flexível, no qual várias cápsulas podem se deslocar ao mesmo tempo e em diferentes direções. De acordo com a Sky Transport, empresa bielorrussa que desenvolveu o veículo, uma rede que cubra uma cidade pode transportar cerca de 10.000 pessoas por hora.

A empresa construiu uma linha de testes com 400 metros de extensão na cidade de Sharjah, vizinha à Dubai. Por dentro, as cápsulas brancas, com capacidade para até quatro passageiros sem necessidade de piloto, têm as laterais envidraçadas do piso ao teto e música ambiente. Com custo de implantação menor do que o do metrô (cerca de 15 vezes, segundo o fabricante) os veículos podem ser usados também para o transporte de carga. Em breve, a empresa irá construir uma linha ao redor da cidade costeira de Khor Fakkan.

Mais rápido que o trem bala

Na China, a novidade é um novo trem de levitação magnética capaz de atingir velocidade superior à do trem-bala convencional (350 km/h). Desenvolvido pela estatal China Railway Rolling Stock Corporation (CRRC), é considerado o trem mais rápido do mundo. O Maglev, abreviação de levitação magnética, tem baixos níveis de poluição sonora e demanda menos manutenção do que outros trens de alta velocidade.