Arie Halpern: o Big data no mundo corporativo

Bigdata

Qual é o objetivo do seu negócio? O big data pode ajudá-lo a responder a essa pergunta. A tecnologia, que consiste em recolher, armazenar e analisar grandes volumes de dados, quando aplicada da maneira correta, é capaz de resolver intrincadas questões no mundo dos negócios. Esse aspecto é o que tem atraído empresários de todo o mundo para o big data. De um universo de 401 profissionais de TI e de outros negócios entrevistados pela associação CompTIA, 72% afirmaram que os resultados obtidos com o uso da tecnologia superaram as expectativas. Vantagens competitivas, redução de custos, otimização de tempo e maior produtividade são alguns resultados apontados.

De tecnologia de software, o big data passou a ferramenta estratégica de negócios. O Netflix, avaliado pelo mercado em US$ 49 bilhões, conhece o comportamento do seu consumidor e possui uma visão ampla e geral do produto que oferece graças a essa tecnologia. É com a ajuda dos dados que a Netflix oferece um serviço personalizado para cada cliente. Mas o que a tecnologia faz?  Ela permite que correlações sejam encontradas com facilidade e precisão. Desde tendências de negócios no local em que uma empresa está instalada até índices de combate à criminalidade. É com a exatidão em detectar comportamentos através de dados que empresas podem aumentar significativamente a produtividade, além de gerenciar e administrar melhor o tempo para ações mais direcionadas e conclusivas. Portanto, se uma empresa souber como utilizar os dados, poderá melhorar um produto, reduzir ou cortar custos,  evitar o desperdício de recursos, antecipar crises, entre outras ações, assim como o Netflix vem fazendo com sucesso.

Nesse contexto, o big data jé uma realidade para o empresariado nacional e internacional, especialmente para médias e grandes empresas. Segundo a consultoria IDC, os gastos mundiais com soluções de big data atingirão US$ 48,6 bilhões em 2019. E, com a alta na demanda, profissionais detentores desse conhecimento também estão conquistando mais espaço nos departamentos de TI. Segundo levantamento do portal ComputerWorld, em apenas um ano, especialistas em big data passaram da décima para a quarta posição na lista de “empregos quentes”, com 36% dos questionados buscando profissionais para essa tarefa.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *