O ousado projeto da torre construída no espaço

Arquitetos do Clouds Architecture Office revelaram um plano que promete revolucionar – e expandir – a área de construção civil no futuro: prédios no espaço sideral. O primeiro projeto do tipo, intitulado Torre Analemma, consiste em levantar um edifício na órbita terrestre, de modo que o cume da torre fique próximo ao solo da terra. Será como se o edifício estivesse de ponta cabeça.

O projeto utiliza um asteroide estrategicamente posicionado na órbita da Terra como base para o edifício. A torre seria fixada ao asteroide por meio de cabos de alta pressão que, segundo engenheiros e arquitetos, seriam suficientes para suportar seu peso. Como o asteroide se desloca constantemente, o edifício iria flutuar por diversos países, sem que seus residentes sentissem efeitos colaterais provocados pelo movimento.

Além do efeito visual, há outro motivo para se apostar em uma construção tão inusitada: a sustentabilidade do edifício. Toda a energia da torre será proveniente de painéis fotovoltaicos, uma vez que a torre, estando na atmosfera, estará constantemente exposta aos raios solares. A água também é mais abundante na estratosfera, sendo possível realizar a captura hídrica diretamente das nuvens que percorrem a órbita terrestre.

Veja mais sobre o projeto:

Por enquanto a construção da torre está apenas no papel, mas espera-se que os primeiros passos para a execução do projeto comecem a ser dados no ano de 2021.

Para Arie Halpern, economista e especialista em tecnologias disruptivas, a construção da torre não deve ocorrer tão cedo, mas o interessante é o conceito por trás do projeto. “Por mais fantástico que possa parecer, a ideia é atrativa e interessante sob o ponto de vista da inovação e da sustentabilidade do edifício. Mostra que a engenharia moderna busca novos recursos e técnicas de construção benéficas para o futuro”, concluiu.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *