Os robôs vão se popularizar e fazer parte do cotidiano das pessoas, segundo Arie Halpern

A robotização se tornou popular, segundo Arie Halpern

A robotização se tornou popular, segundo Arie Halpern

A discussão sobre o avanço das tecnologias disruptivas ainda está apenas no começo. Uma das grandes questões que envolvem o assunto é a robotização das coisas e a praticidade oferecida pelos robôs na vida cotidiana. Eles ainda não são acessíveis em muitos países, principalmente do Ocidente, mas a tendência é se popularizarem com o tempo.

Na China, os robôs já preparam comida, fazem lição de casa com as crianças, realizam cirurgias (sem humano operando a máquina), voam.

Arie Halpern, economista e empreendedor com foco em inovação e tecnologia, elenca cinco tecnologias disruptivas nesse campo que vão – ou já começaram – a facilitar nossa vida doméstica e cotidiana.

1 – Máquina que passa e dobra roupas

Consegue imaginar uma máquina que passa, dobra e ainda perfuma suas roupas? Pode parecer sonho ou coisa de desenho animado, mas é real. “Sempre disse às minhas filhas, desde muito pequenas, que esse dia ia chegar”, diz Arie Halpern. O dia em que, completa, robôs facilitariam a vida de muita gente, principalmente de quem vive na correria, sem tempo para tarefas domésticas. Já temos a máquina que lava e seca, agora basta pegar as roupas secas e colocá-las na FoldiMate. Daí em diante é só apertar um botão que o robô usa uma série de aparatos para dobrar cada unidade antes de usar um jato de vapor para remover pequenas marcas de amassado. Por fim, você pode até usar uma opção que permite que a novidade perfume suas vestimentas, que já saem dobradinhas e prontas para serem guardadas. A máquina, que está sendo desenvolvida desde 2014, estará disponível para pré-venda somente em 2017 e o preço estimado vai variar entre US$ 700 e US$ 850.

2 – Aspiradores de pó robotizados

Mais uma vez quem não tem tempo – ou paciência – para tarefas domésticas, vai gostar. Os aspiradores robôs chegaram, definitivamente, para ficar. Várias marcas e variedades já foram lançadas, e os equipamentos até superam obstáculos e se desprendem sozinhos se se encontrarem presos embaixo do sofá, por exemplo. Os preços de alguns são acessíveis — na faixa dos R$ 500. “Você pode sair de casa e deixar a faxina acontecendo, sem precisar de ninguém, nem de supervisão”, diz Ariê Halpern. O empreendedor continua dizendo que “esse é mais um robô que resolve os problemas das tarefas domésticas. Junto à FoldiMate, é um combo incrível que economiza um bom tempo, antes dedicado à organização e faxina de casas e apartamentos”.

3 – Robôs cirurgiões

Cirurgiões – e aspirantes a grandes cirurgiões – já estão treinados ou sendo treinados para usar os robôs nas intervenções. É um grande avanço da medicina e só veio para agregar. “Agora você pode ser operado pelos melhores cirurgiões, mesmo que eles estejam em qualquer outro local do mundo; se antes pacientes viajavam milhares de quilômetros para encontrar o melhor médico a atendê-lo, com os robôs, aliados às tecnologias de telecomunicações, não é mais necessário sair de sua cidade”, diz Arie Halpern.

4 – Cachorros robôs

Eles estão no mercado e são bastante populares no Japão, por exemplo. Para alguns, pode parecer interessante a ideia de ter um cachorro que faça companhia e não precise ser alimentado, não urine, não defeque nem fique desesperado na ausência do dono.

5 – Drones fazendeiros

Os robôs chegaram para ficar na agricultura. Drones, em particular, sobrevoam plantações e cumprem várias tarefas,  como jogar inseticida, fertilizantes, monitorar o crescimento das plantas, semear sementes e detectar pestes. “Fazendeiros que possuem drones diminuirão consideravelmente os riscos de exposição a agentes de risco, como inseticidas e afins”, afirma Arie halpern. Empresas de drones, como a senseFly ou Agribotix,  vendem máquinas específicas para a agricultura. “E essa ideia é tão rica que países como EUA e Inglaterra incentivam o desenvolvimento de robôs agricultores”, complementa o empreendedor.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *