Primeira cidade flutuante do mundo será construída

Primeira cidade flutuante do mundo será construída

O Instituto Seasteading está determinado a construir a primeira cidade flutuante do planeta. O projeto já foi aprovado pelo governo da Polinésia Francesa e deve ficar pronto até 2020.

Serão construídas, segundo o instituto, plataformas flutuantes ecológicas que possam responder aos desafios do aumento do nível do mar e do desenvolvimento sustentável. Essas estruturas irão manter casas, escritórios e infraestrutura suficiente para incentivar a formação de comunidades, a fim de explorar novos modelos de convivência.

Outra preocupação do projeto é promover a inovação nas tecnologias digitais e marinhas, criando um destino que se beneficie dessa estrutura singular.

O New York Times explica que a estrutura da cidade será formada por bambu, fibra de coco e materiais reciclados. “O ambiente é uma grande preocupação do projeto. As ilhas são projetadas para ter um impacto insignificante sobre o meio ambiente. Elas usam energia renovável e podem inclusive melhorar o ecossistema”, afirma comunicado oficial.

O investimento deve ficar entre 30 a 50 milhões de dólares para a fase do projeto-piloto. O governo polinésio não investira um centavo, afirma o site oficial.

O Instituto Seasteading é uma organização formada com o intuito de facilitar o desenvolvimento dessas comunidades autônomas no oceano, com a finalidade de “permitir a experimentação e inovação com diversidade social, política e jurídica”. Um dos criadores e líder do instituto é o bilionário norte-americano Peter Thiel.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *