B2B publica artigo de Arie Halpern sobre perfil de um líder de startup

f8f5041ae8403cdad4eeaf3461f9a2b8_XL

Uma startup deve ser liderada por alguém que tenha a capacidade de selecionar colaboradores que compartilhem da mesma visão de negócio, sejam confiáveis e “hand on”, ou seja, proativos no ambiente de trabalho. Esse é o tripé defendido pelo economista Arie Halpern, diretor da Gauzy Technologies, desenvolvedora da Smart Blinds, tecnologia voltada para a transparência de cristal líquido.

“A habilidade de colocar as ideias em prática tem sido um dos maiores desafios e a falta dela uma das grandes razões para o fracasso de milhares de startups”, explica. Por isso, é necessário saber onde se quer chegar e, principalmente, como chegar lá. Só assim a inovação terá a chance de sair do campo abstrato e migrar com sucesso para o mercado. “A habilidade para escolher o time é determinante nesse processo”. E, acrescenta Halpern, quanto mais cedo os colaboradores forem selecionados, mais rápido o projeto poderá alcançar um nível de maturidade capaz de levar o produto ou serviço ao mercado.

Desde o princípio, o líder do projeto deve ter clareza sobre quais são os propósitos da empresa e para onde deseja levá-la. É papel dele estudar o mercado e fazer uma análise objetiva de como a inovação pode ser introduzida num cenário cada vez mais competitivo. “Com esse conhecimento, ele terá repertório para motivar a equipe a alcançar bons resultados, inspirando confiança e credibilidade para eventuais clientes, colaboradores e investidores”, analisa o diretor.

Outro ponto fundamental é que o líder e os colaboradores selecionados tenham um grau de familiaridade. O conhecimento prévio permite que a equipe complemente os conhecimentos do fundador sem que isso gere disputas pessoais. Porém, os colaboradores devem se sentir à vontade e desafiados para contrariar a opinião do líder. “Deve-se esperar das pessoas recrutadas para o projeto a capacidade de desafiar de forma construtiva o que se deve fazer para, juntas, criarem um negócio bem-sucedido”, complementa Halpern. É esse feeling do líder para a seleção que será crucial para definir o futuro de uma startup.

Matéria publicada na B2B Magazine em 08 de outubro de 2015.

Publicado em Na rede Link Permanente

Sobre Arie Halpern

Arie Halpern é um economista e empresário com vocação para inovações. Criou empresas alinhadas ao conceito de tecnologia disruptiva, como a CTF Technologies, e atualmente é diretor da irlandesa Tonisity, que desenvolveu uma tecnologia inovadora em nutrição e bem estar de porquinhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *