Realidade virtual pode curar vertigem

realidade-virtual

Imagem de divulgação

Psicólogos da Universidade de Cardiff avaliam que a realidade virtual pode ser usada para diagnosticar e tratar casos de vertigem visual, que ocorre quando a pessoa é estimulada por situações envolvendo conflitos visuais ricos ou estimulação visual intensa. Pessoas com esses sintomas costumam sofrer com náusea e tontura que podem ser desencadeados até nas situações mais corriqueiras, como uma ida ao supermercado. As informações são do portal BBC.

O time de psicólogos da universidade está trabalhando com a tecnologia de RV para a reabilitação desses pacientes e acreditam que o potencial de cura é real. A Dr. Georgina Powell, da faculdade de psicologia de Cardiff, diz que ainda não se sabe muito sobre o que realmente gera a vertigem e existem muitas terapias não eficientes sobre a doença, então o foco do estudo é procurar entender tanto a doença quanto como a cura dos pacientes.

Uma das descobertas mais interessantes dos pesquisadores é que cada paciente tem estímulos próprios que desencadeiam a doença e o que estimula a vertigem numa pessoa, pode não ter efeito em outra. Por isso, o uso da realidade virtual tem sido fundamental. Com ela, os pesquisadores tem controle sobre diversos ambientes para estudar a reação dos pacientes.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *