Robôs criam música em projeto do Google

Robôs criam música em projeto do Google

Um som de um clavicórdio e um órgão Hammond se unem ao ritmo do blues do começo do século XX e, algumas notas depois, o som assume outra velocidade, soando como algo extremamente novo. Essa junção de instrumentos e épocas não é uma aventura de um produtor de música eletrônica, mas sim uma criação da Nsynth, nova plataforma do Google que utiliza inteligência artificial para criar música.

O Nsynth faz parte da iniciativa da Magenta, projeto do Google que pretende fornecer aos músicos uma gama inteiramente nova de ferramentas para criar música. Misturar sons e instrumentos não tem nada  de novo, desde a época dos maestros clássicos até os DJs dos dias de hoje, mas o Google quer mudar essa prática.

A Magenta faz parte do Google Brain, laboratório de inteligência artificial da empresa, em que pesquisadores exploram os limites das redes neurais e outras formas de aprendizado de máquinas. As redes neurais são sistemas matemáticos complexos que podem aprender tarefas analisando uma grande quantidade de dados. Depois de provar ser eficaz ao reconhecer objetos e rostos em fotos, o novo desafio é fazer arte.

O NSynth é abastecido com um acervo de aproximadamente mil instrumentos diferentes. Ao analisar as notas, a rede neural acabou aprendendo as características de cada som – como se fosse uma pessoa com ouvido absoluto (aquela com facilidade de reconhecer sons e reproduzi-los).

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *