Arie Halpern: sobre acessibilidade e inovação

InovaçãoAcessível

Inovar exige – exige investimento financeiro, tempo, paciência e desprendimento. E, como diz Clayton Christensen, “inovar é tornar um produto muito caro em algo acessível e gerar crescimento econômico”. Isso me faz lembrar de  um case que me chamou a atenção, o de uma startup brasileira, a Linked. O objetivo dos empreendedores do projeto é de vender próteses com preço que equivale a 1/6 das disponíveis no mercado. Ao substituir o titânio por uma impressora 3D que produz as peças usando polímero, a startup barateia as próteses e as tornam realidade para pessoas que antes apenas sonhavam à distância com a possibilidade.

Segundo reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo”, a empresa tem consciência de que o valor continua alto, mas, como alternativa, desenvolveu uma plataforma de financiamento coletivo, em que o paciente que teve o braço amputado pode criar uma campanha privada e angariar fundos para comprar a prótese da empresa.

Viabilizar a criação para outros públicos é oferecer acessibilidade e expandir os ganhos em longo prazo. Inovar é um ato de percepção econômica e social, trazendo crescimento direto para a sociedade e transformando a mentalidade sobre a venda de produtos e serviços.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *