Tecnologia Disney identifica reação do público no cinema

Tecnologia Disney identifica reação do público no cinema (Caltech / Divulgação)

O campo de pesquisa da Disney e o Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) estão desenvolvendo um sistema de reconhecimento facial para identificar a reação das pessoas enquanto assistem a um filme no cinema.

A pesquisa pode ajudar o estúdio a direcionar melhor seus próximos filmes a um determinado público, assim como reconhecer eventuais melhorias. A tecnologia permite saber em qual momento do filme as pessoas riram mais ou em qual elas apresentaram maior expressão de tédio.

O projeto de pesquisa, apresentado no último final de semana durante a conferência IEEE’s Computer Vision and Pattern Recognition, utiliza algoritmos batizados de autocodificadores variacionais factorizados (os FVAEs). Segundo os pesquisadores, a eficácia da tecnologia permite, após dez minutos de análise, prever futuras expressões de um rosto.

A equipe de pesquisa coletou uma grande quantidade de dados por meio de expressões faciais durante sessões de nove filmes da Disney, entre eles “Star Wars: O Despertar da Força”, “Divertida Mente” e “Zootopia”. Câmeras em infravermelho de alta definição captaram os movimentos e expressões do rosto de 150 pessoas, o que resultou em mais de 16 milhões de fragmentos recolhidos. A partir dessas informações, a inteligência artificial foi testada em outras plateias. Uma vez rastreados os padrões de reação de outros públicos, foi possível prever o momento em que as pessoas iriam sorrir ou gargalhar.

“Compreender o comportamento humano é fundamental para o desenvolvimento de sistemas de inteligência artificial com compreensão maior da inteligência comportamental e social”, disse Yisong Yue, um dos membros da equipe de pesquisadores da Caltech,  em comunicado oficial. Ele afirma que o aperfeiçoamento de um sistema como esse pode, por exemplo, auxiliar no monitoramento e no cuidado com os idosos. “Afinal, as pessoas nem sempre dizem explicitamente que estão infelizes ou com algum problema”, completa ele.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *