Tecnologia do futuro deve ter “super-humanos”, diz Arie Halpern

Tecnologia vai nos transformar em "super-humanos", diz Arie Halpern

Tecnologia vai nos transformar em “super-humanos”, diz Arie Halpern

Nas últimas décadas, a tecnologia revolucionou a forma como interagimos com o mundo. Agora, a expectativa é de que ela seja responsável por mudar até os seres humanos. Com os avanços na robótica, na medicina e na computação seguindo a passos largos, tudo indica que a próxima revolução tecnológica será focada na nossa própria espécie, fazendo com que nos tornemos “super-humanos”, diz Arie Halpern, economista e empreendedor com foco em inovação e tecnologias disruptivas. Apesar de ainda estarmos longe de nos tornarmos super-heróis como os da ficção, a tecnologia deverá ter condições de aumentar muitas das nossas capacidades, como a visão e a força física.

Arie Halpern cita como exemplo a corrida das empresas para criar uma lente de contato capaz de armazenar um computador inteiro. “A tendência é que os sistemas eletrônicos fiquem cada vez menores, possibilitando que, em alguns anos, seja possível colocar numa lente de contato dados equivalente ao que usamos hoje nos sistemas de computador”, explica o economista. A escolha das lentes de contato não é à toa: elas serviriam como implantes, mas sem a necessidade de cirurgia, e poderiam retirar sua energia do movimento cinético das pálpebras do usuário. As lentes podem ser usadas para melhorar a visão humana além do normal. Se depender do Google, elas poderão ainda servir como os atuais óculos de realidade virtual, mas projetando as imagens diretamente na retina do usuário.

A força sobre humana também é um dos poderes que poderemos ganhar nos próximos anos, com a ajuda de uma “armadura” especial: o exoesqueleto. Diversos projetos de exoesqueleto, para as mais variadas finalidades, estão surgindo no mundo. O projeto SuitX’s Phoenix tem como finalidade  possibilitar que paraplégicos consigam recuperar os movimentos e andar novamente. Enquanto isso, o Exército norte-americano está investindo para que soldados usem exoesqueletos em situações de risco, para que consigam carregar mais equipamento e se cansar menos. Há empresas desenvolvendo projetos semelhantes, mas voltados para trabalhadores de fábricas e construções. O exoesqueleto ainda pode ajudar bombeiros a salvar mais vidas, protegendo-os das chamas, ao mesmo tempo deixando-os mais fortes para carregar vítimas para fora da zona de perigo.

Outra tecnologia que pode nos deixar com poder de super-heróis é a interface cérebro-máquina, que tem sido utilizada algumas vezes até mesmo com os exoesqueletos. Essa interface permite conectar as ondas cerebrais emanadas de nossos cérebros com outros objetos, para que sejam controlados apenas com o “pensamento”. “Hoje, essa tecnologia já é testada em pessoas que apresentam dificuldade de locomoção, como tetraplégicos, de maneira que mexam no computador apenas com a força da mente”, explica Arie Halpern. Nada impede que, no futuro, essa tecnologia se espalhe pela sociedade. Uma única pessoa poderia, por exemplo, controlar várias máquinas ao mesmo tempo usando apenas o pensamento ou um piloto de avião poderia realizar uma viagem comercial menos cansativa para ele, utilizando a interface cérebro-máquina. Com as inúmeras possibilidades oferecidas pela evolução tecnológica em todas as áreas de conhecimento, teremos de ser responsáveis com nossos novos poderes, como todo bom super-herói.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *