Tecnologia israelense identifica doenças pela respiração

Uma equipe de pesquisadores do Instituto Technion, de Israel, desenvolveu um dispositivo que pode identificar até 17 doenças pela respiração.

O Na-Nose, como foi chamado o aparelho, usa pequenas partículas de raios para analisar a respiração do paciente. Para criar o projeto, os cientistas partiram da premissa de que cada pessoa possui uma “impressão digital” química única que pode ser identificada por meio da respiração, assim como cada tipo de doença.

A tecnologia Na-Nose consiste em uma câmara de sensor com tubo respiratório e um software, capaz de detectar características que definam essa “impressão digital”.

Entre as doenças que podem ser localizadas com a análise de respiração, estão vários tipos de câncer, insuficiência renal, esclerose múltipla e doença de Crohn – todas com taxa de precisão que podem alcançar 86% de precisão.

“A nossa tecnologia, em muitos casos, tem precisão equivalente à tecnologia invasiva atualmente disponível em clínicas médicas”, explica Hossam Haick, líder do Instituto Technion. Ele ainda acrescenta que, para algumas doenças, como o câncer gástrico, o dispositivo tem uma taxa de precisão “muito maior”. “Ao contrário da maioria dos exames (incluindo exames de sangue padrão), a tecnologia de análise de respiração não é invasiva – um fator que a maioria dos pacientes apreciaria”.

Embora o Na-Nose possa parecer revolucionário, o cheiro é reconhecido como uma potente ferramenta de diagnóstico desde a antiguidade.

O próximo passo agora é conseguir adaptar essa tecnologia para a produção em massa. Sete empresas já iniciaram pesquisas para a criação de um produto comercial, segundo Hossam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *