Tecnologias transformam a experiência de voar

Uma pesquisa realizada pela emissora americana de TV aberta, CNBC, apontou que 27% dos americanos classificam viagens de avião como insuportáveis. Para 69% dos entrevistados por uma outra pesquisa – essa realizada pela agência de viagens Expedia – dormir é um ato preferível a ter que desenvolver uma conversa com o passageiro sentado ao seu lado.

Diante de tantos incômodos causados pelas viagens de avião, diversas companhias aéreas estão investindo pesado em tecnologias que proporcionem maior conforto e distração para os passageiros.

Uma dessas novidades partiu de uma empresa de design situada em Londres, a FactoryDesign. Ela desenvolveu, sob encomenda para a British Airways, assentos individuais no formato de cápsulas para melhor acomodar os usuários durante o voo. As cápsulas possuem paredes que cortam o contato visual entre os passageiros, dando uma sensação de privacidade nunca antes experimentada em aviões. Cada módulo é equipado com luzes próprias, tela de televisão e opções de inclinação das poltronas. Como os módulos são fechados, a inclinação do assento não incomoda os outros.

Para diminuir a irritação dos passageiros durante o voo, ou mesmo para acalmar os nervos de quem possui alguma fobia, a norte-americana Virgin criou,  em seus aviões próprios, um sistema de iluminação totalmente voltado para o humor de seus passageiros. Ao mudar a cor e a intensidade das luzes do ambiente, a empresa  descobriu que era possível alterar o humor das pessoas. No caso de um voo noturno, por exemplo, são ativadas luzes com tons de vermelho e com baixa intensidade, para indicar para o organismo do passageiro que é hora de dormir.

Outro aspecto relevante na experiência do viajante de avião é a escolha do assento. A grande maioria luta para conseguir um lugar na janela na hora da compra do bilhete de embarque. Para resolver esse tipo de problema, a fabricante de aeronaves Thales desenvolveu um monitor lateral para assentos de avião que simula uma janela bem maior do que as convencionais às quais estamos acostumados. Além de separar cada passageiro, a tela funciona como uma janela particular, permitindo que o usuário escolha a vista que deseja – é possível, inclusive, usar essa “janela” para projetar  filmes.

Avião transparente

Para quem prefere a vista natural também há outra opção interessante que está sendo estudada para a fabricação de aviões. A AviationGlass possui um projeto de aeronave cuja fuselagem é feita de um tipo de vidro de alta resistência. A transparência do material permite aos passageiros acompanhar a paisagem de qualquer assento escolhido inclusive através do teto da aeronave.

A empresa garante que todos os vidros desenvolvidos para aeronaves seguem padrões internacionais de segurança. A companhia possui diversos designs de fuselagem própria para aviões e seus produtos servem tanto para a parte interior da aeronave quanto para a parte externa.

O grande desafio das companhias aéreas não será a oferta de novos produtos, mas sim o de aliar essas novidades a um preço mais competitivo, sobretudo nas classes executivas e econômicas, que são as que mais carecem desse tipo de luxo. As pesquisas citadas no início do texto mostram maior insatisfação daqueles que voam nas classes mais baratas, uma vez que passagens mais caras já garantem maior conforto para os passageiros.

Apesar de parecer conflitante, a ideia de disponibilizar dispositivos de alta tecnologia para classes econômicas pode ser um diferencial e tanto na hora de conquistar clientes, uma vez que a grande maioria das pessoas prefere passagens mais baratas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *