Tesla muda modo de autopiloto para evitar novos acidentes

Tesla altera sistema de piloto automático de seus veículos.

Tesla altera sistema de piloto automático de seus veículos.

Após um acidente fatal envolvendo um de seus carros no modo de autopiloto, a Tesla faz mudanças no seu sistema de modo semiautônomo. A versão 8.0 do Autopilot nos veículos Model S e Model X contará com um radar embutido, ao invés de apenas uma câmera ótica, que funcionará como um sistema primário de prevenção de colisões.

Segundo o portal Gizmodo, o radar não pode ser usado isoladamente, pois ele não é capaz de detectar objetos de madeira ou plásticos pintado nem de reconhecer o tamanho de objetos de metal. A solução foi apostar no aprendizado de máquina. Os veículos com o sistema compartilharão com a empresa dados sobre as ruas e estradas, e ela os repassará para os outros veículos.

Em seu blog oficial, a Tesla informou que a frota de veículos não tomará nenhuma ação sozinha, mas transmitirá os dados coletados para a central, como a posição das placas de estrada e existência de pontes. O computador do carro consegue, então, comparar quando o veículo dirige com segurança, a partir da presença de objetos detectados pelo radar. Esses pontos são identificados como seguros em seu mapa. Dessa forma, a central da Tesla cria um banco de dados colaborativo. Se, em um trajeto que a central considera sem obstáculos, aparecer um objeto que o carro não conseguiu identificar, o modo de autopiloto, por segurança, vai parar o carro até o motorista assumir o controle.

 

Os veículos autônomos da empresa também estacionarão e desligarão o motor se o motorista ignorar os avisos de manter as mãos no volante. Ainda não há uma data oficial para o lançamento do novo sistema.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *