Uber anuncia acordo de fusão com rival chinesa para manter mercado

UberChina e Didi fundem empresas em US$35 bilhões.

UberChina e Didi fundem empresas em US$35 bilhões.

O Uber e a empresa de caronas chinesa Didi Chuxing anunciaram na segunda feira, 5, a fusão de suas operações no país em um acordo de US$ 35 bilhões. As empresas, que até então eram rivais no mercado chinês de aplicativos de carona, formalizaram o negócio após o governo regulamentar o funcionamento de aplicativos de transporte.

Segundo o portal TechSpot a união das empresas é benéfica principalmente para o Uber. A companhia  e os investidores chineses irão receber 20% do valor resultante da nova empresa.  A Didi foi avaliada antes do acordo de fusão em US$ 28 bilhões, enquanto  o UberChina foi avaliado em US$ 7 bilhões e vinha perdendo US$ 1 bilhão por ano.

“Como empreendedor, aprendi que ser bem sucedido é escutar sua mente e seguir seu coração”, escreveu o CEO do Uber Travis Kalanick para a Bloomberg. “Uber e Didi Chuxing estão investindo milhões de dólares na China e ambas as companhias ainda esperam o retorno desse dinheiro. Alcançar a rentabilidade é a única maneira de construir um negócio eficiente que possa servir os passageiros chineses, motoristas e cidades a longo prazo.”

Após a junção das empresas, o portal TechCrunch lembrou que agora a Didi Chuxing tem participação em todas as empresas de aplicativos de carona do mundo, incluindo a Lyft, a Grab e a indiana Ola. A Didi possui 99% do mercado de táxis da China e 87% do mercado de aluguel de carros. A empresa também opera em 400 cidades chinesas enquanto o Uber opera em apenas 60.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *