Uber anuncia centro de pesquisa de carros autônomos no Canadá

Uber e Toyota

A empresa britânica Uber anunciou nessa segunda-feira (8/5) que iniciará em Toronto, no Canadá, um novo centro de pesquisa dedicado ao aperfeiçoamento de veículos de auto-condução. Além desse, a Uber conta com outros dois pontos para pesquisas: Pittsburgh e San Francisco, ambos nos Estados Unidos.

Na direção do projeto estará Raquel Urtasun, da Universidade de Toronto, profissional conhecida por sua pesquisa sobre percepção de máquinas e um software que permite que os carros autônomos notem objetos ao seu redor.

“A tecnologia de auto-condução promete tornar nossas estradas mais seguras, nosso ambiente mais saudável e nossas cidades mais habitáveis. Não poderíamos estar mais entusiasmados pelo que vem por aí”, escreveu Travis Kalanick, CEO da Uber, na página da empresa.

Junto com a novidade, entretanto, há um impasse envolvendo a empresa na Justiça. Desde fevereiro, ela enfrenta nos tribunais um processo movido pela Waymo. A empresa pertencente ao Google que desenvolve tecnologia para carros autônomos acusa roubo de informações sigilosas sobre pesquisas.

De acordo com o Buzzfeed, Raquel Urtasun considerou a batalha no tribunal antes de entrar no projeto. “Se eu não acreditasse que a Uber fez a coisa certa, eu não estaria nessa. Minha área de pesquisa está em câmeras e percepção. Eu não faço hardware”, explicou.

A entrada da Uber no mercado tecnológico canadense faz parte da intenção do país de se tornar referência em pesquisas de inteligência artificial, claramente uma guinada para as soluções do futuro da sociedade.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *