Veículo giroscópico: alternativa para o futuro do transporte público

A empresa de engenharia russa Dahir Insaat criou um projeto de transporte público inovador: o veículo giroscópico. Trata-se de um carro capaz de transitar por cima dos automóveis comuns, levando um grande número de pessoas, devido ao seu amplo espaço. O veículo é semelhante a um disco voador  e se movimenta utilizando as faixas centrais da pista, ocupando apenas alguns poucos centímetros com suas rodas suspensas.

Veículo giroscópico: alternativa para o futuro do transporte público

Um giroscópio é um disco de rotação livre, montado sobre um eixo giratório no centro de uma roda maior e estável. Seu principal atributo é o equilíbrio. O conceito de veículo giroscópio foi criado em 1912 pelo jurista e governador russo Pyotr Shilovsky, inventor do primeiro Girocarro. O veículo de duas rodas foi apresentado em uma feira londrina e chocou a maioria das pessoas, pela sua capacidade de manter o equilíbrio sem a ajuda de força humana, como acontece com uma bicicleta, por exemplo, mesmo pesando mais de duas toneladas. O segundo Girocarro de que se tem registro foi inventado pelo engenheiro anglo-australiano Louis Brennan, em 1903, que aplicou o conceito de giroscópio para criar uma locomotiva que se movia em um monotrilho.

A Dahir Insaat decidiu aproveitar o principal benefício do giroscópio, o equilíbrio, para criar um projeto de automóvel largo capaz de se movimentar com rodas finas, fixas a um longo cabo que suspende a carcaça no ar. A principal meta da empresa russa era a de criar um meio de transporte que se movesse de forma independente do resto do tráfego e que se utilizasse apenas do espaço não ocupado pelos carros, porém de forma segura.

A principal vantagem do transporte imaginado pela Dahir Insaat é que ele é amplo o bastante para transportar muitas pessoas ou muitos equipamentos. Dessa forma, a empresa de engenharia também criou algumas versões giroscópicas de veículos de serviço, como ambulâncias e caminhões de bombeiro. Esses veículos têm capacidade interna para abrigar uma verdadeira sala de cirurgia ou equipamentos de bombeiros.

Infelizmente, ainda não há nenhum veículo giroscópico em funcionamento, pois o projeto aguarda financiamento de alguma empresa ou governo para dar continuidade ao projeto.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *