Conheça a voz eletrônica de Stephen Hawking

A voz metálica gerada por computador de Stephen Hawking é tão icônica que virou uma marca registrada (Divulgação)

A voz metálica gerada por computador e com sotaque americano de Stephen Hawking é tão icônica que virou uma marca registrada (os produtores do filme A Teoria de Tudo tiveram que obter uma permissão pessoal do cientista para usá-la em sua cinebiografia). Mas você sabe sua origem?

Nos anos 80, quando Hawking explorava as alternativas de se comunicar por texto após perder o poder da fala em 1985, Dennis Klatt, um pioneiro em tecnologia de voz gerada por computador estava aperfeiçoando o tema no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachussets).

O trabalho de Klatt foi incorporado a um dos primeiros dispositivos que traduziram a fala para o texto, o DECtalk. A empresa que fez o sintetizador para o computador de Hawking utilizou a voz que Klatt havia gravado. Chamada de “Perfect Paul”, a voz  foi baseada em gravações do próprio Klatt. Ou seja,  Klatt emprestou sua fala ao programa que se tornaria conhecido no mundo todo como a voz de Stephen Hawking.

Em 1988, a empresa que produziu o sintetizador usado por Hawking ofereceu uma atualização, mas o cientista recusou imediatamente, de acordo com reportagem da Wired de 2015.

Há alguns episódios que mostram como Hawking era apegado à sua voz digital. Durante um encontro com a Rainha da Inglaterra, em 2014, ele foi questionado pela alteza se ainda estava com aquela voz americana. O cientista foi enfático: “Sim, é protegida por direitos autorais”.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *